Mês: Maio 2016

Mancha de papel

Mancha de papel

Diziam-me que era feita de papel,
“Qualquer descuido rasga, qualquer movimento se parte”.
E aí, quando o agudo invade o coração,
Ignoram para conviver.
Confortam com a falsa preocupação,
Mesmo sem compreender.

Sob quantos fantasmas pode passar?
Em corredores que um dia pertenceram à memórias.
Das vozes que prefere ouvir,
Ainda que sabes que em seu casulo não o conhecem,
Por medo e não por instinto escolheu viver,
Deixou aqui a muda de um sentimento morrer.

Entre paredes que construí e borboletas que tentei caçar,
Foi o primeiro a correr e o último a saber.
Por ter me permitido,
Segurando-me na compensação
Pela a droga que alegra e a culpa que corrói.

Em um vasto aglomerado eu lhe reconheceria,
Pois, não imaginei, este herói não criei.
E disseram-me estar errada,
Mas o que você sabe, se nunca sentiu nada?
Se um dia falarem-te que não é digno,
Abrace seu coração
E decida seu destino.

Em todas as vezes em que causou-me a dor,
Por as outras em que “esqueceu-te” de olhar em volta,
E pelo o meu pranto desperdiçado,
Ninguém que lhe faz pequeno merece o coração dado.

Então não grite aos pulmões,
As palavras vazias, as únicas coisas que sempre foram tuas.
Não jures o que não pode cumprir
E não perguntes o que fez fingindo que não sabe,
Então se ame e se adore com o ego que não lhe cabe.

Sentir

Sentir

Nas minhas aulas de literatura no ensino médio havia dois tipos de alunos: Os que pegavam aquelas infinidades de palavras e tentavam buscar um significado maior e os que simplesmente achavam tudo uma maluquice.  Mas sabe, foi nessa matéria que aprendi que as pessoas podem sim ter sentimentos, mas nem todas possuem sensibilidade.

Não é qualquer um que vai ler um poema e conseguir interpretar além, porque isso depende muito do que VOCÊ enxerga da vida. Nem todos podem ir numa tradução de música e desvendar toda as metáforas por baixo de tantas palavras, que ás vezes nem parecem fazer sentido.

Mas é isso que quer dizer sensibilidade, talvez algumas pessoas sejam menos sentimentais que outras, no entanto, são muito poucas que conseguem sentir além.

Contudo, não exija que alguém reaja do mesmo jeito que você faz, porque nem todo mundo enxerga os sentimentos como coisas essenciais, alguns só preferem ignorar sua existência e fingir que não os possuem. Porém não é por isso que deves deixar de mostrar os seus, pois se o problema é sentir, na verdade está com os que não possuem essa capacidade.

E de escola, estresse e inEsquecível

E de escola, estresse e inEsquecível

Não me destacava entre tantos rostos, muito menos em meio a cérebros tão geniais. Costumava sentar-me no canto torcendo para que não me vissem, pois, a minha missão sempre foi me passar por invisível. Pra alguns é alegria, amigos e diversão, no entanto, o medo era a única coisa que surgia em minha cabeça quando pensava em escola.

Recordo-me de pegar provas com números embaralhados e pensar que eu era a pessoa mais burra do mundo. Todo mundo entendia uma conta simples ou um problema de lógica e lá estava a pequena menina, a que nunca sabia de nada. Durante muito tempo lutei contra os números, principalmente porque conforme se cresce eles tem mais peso. Quando parei de batalhar contra eles, senti-me talvez não melhor, mas supostamente aliviada.

Uma vez, a professora de artes da sexta série disse que a escola é uma preparação da sociedade. Naquele mesmo dia, comecei a articular como seria eu 7 ou 8 anos a frente, sendo quase adulta mas não muito, corajosa e muito boa em matemática. Felizmente, eu aprendi que a vida é muito mais do que uma sala de aula.

Todo esse estresse com uma prova, o trabalho não feito, a briga entre grupinhos… toda essa coisa tão High School vai acabar, e por mais que eu sempre tenha falado que nunca iria sentir falta de nada, quando penso no final só consigo desejar que ele recomece de novo. Não é pela a responsabilidade, nem pela as contas que sei que vou ter de pagar, mas sim pela ingenuidade, o espírito jovial tão inocente de acreditar que 5 em uma prova de física vai acabar com a sua vida; E todos os sorrisos, as risadas, as coisas que só você sabe que aconteceram.. bem, elas não vão voltar.

Essa é a escola, o lugar onde você deseja não estar quando você está, mas deseja estar quando você já não está mais.

20 coisas que você precisa ouvir

20 coisas que você precisa ouvir

1- Não peça desculpas pelo o que você é, quem te ama te aceita.

2- Ouça apenas críticas CONSTRUTIVAS.

3-É muito bom estar com alguém, mas ás vezes você só deve ESTAR consigo mesmo (a).

4- Amigos de verdade são poucos e demoramos muito tempo pra perceber isso.

5- Decepcionar-se faz parte, lamentar-se é retrocesso.

6- A vida só te tira coisas para que você ganhe outras.

7-Antes de amar alguém, certifique-se que está se amando.

8-Querendo ou não você vai crescer um dia, então pare de se esconder do mundo.

9-Seus pais não vão durar pra sempre.

10-A liberdade é a única coisa que te faz realmente um cidadão.

11- Você é responsável pelo o que faz outras pessoas sentirem.

12-Brigas fazem parte, mas não são elas que acabam com as coisas, são as pessoas.

13-As coisas em que acredita dizem que tipo de pessoa você é.

14-Ninguém que diz gostar de verdade te faz se sentir menor de alguma maneira.

15-Os resultados que você tem são fruto das suas ações.

16-Ninguém é 100% bom.

17-Existem aqueles que preferem protagonizar suas vidas, e os outros que decidem-se por ser os coadjuvantes.

18-Se for para escolher mudar, que seja por você.

19-Algumas pessoas simplesmente vão… acostume-se.

20-Não existe nada que você não seja capaz de fazer se realmente quiser.

Desistir requer coragem?

Desistir requer coragem?

Para alguns desistir é ser covarde, é, talvez, abandonar a si mesmo. De fato, desistir é fácil quando não se tentou de verdade, porque neste caso a barreira foi criada pela a própria pessoa. No entanto, há situações em que as fontes estão tão esgotadas que a única solução é ceder.  Será que desistir é um ato nobre? Uma vez, vi um filme onde o cara desistia da mulher para deixá-la ir com a pessoa que amava, mas então percebi que ele não desistiu só pela a amada, mas também por si mesmo. É isso… tudo o que o personagem se deu conta é que deveria pensar NELE também. O que isso causou no próprio psicológico? Valeu a pena mesmo desgastar-se por isso tudo? Costumo dizer que nenhuma experiência é jogada fora, pois, todas trazem um aprendizado junto.

Porém há aquelas pessoas que desistem antes mesmo de tentar, então não se desistiu de nada, uma vez que não havia algo para se desistir. Se chegas derrotado, terá a derrota. E isso se aplica em todas as áreas da nossa vida, especialmente porque vão haver situações em que teremos que saber a hora de continuar e a hora de parar.

A palavra desistir não é somente aplicada a covardes, porque em muitos episódios de nossas vidas ela é sinônimo de coragem.

Tem que ter muita coragem pra desistir da profissão que SUA FAMÍLIA acha boa, para seguir OS SEUS SONHOS.

Tem que ter muita coragem pra se afastar de alguém que está muito tempo em sua vida.

Tem que ter muita coragem pra ir contra o que todo mundo pensa que é certo.

Tem que ter muita coragem pra abrir mão de certas coisas para que se possa conquistar outras.

Tem que ter muita coragem pra começar do zero.

Tem que muita coragem pra mudar.

Tem que muita coragem pra desistir.

Então antes de desistir, pense se é questão de coragem ou de acomodação.

Corações vastos em mundos rasos

Corações vastos em mundos rasos

Eu lhe disse o que não sabia e avisei-te sobre os perigos,

Mas meninas com corações vastos não ouvem,

Elas fazem primeiro e escutam depois,

Choram por chorar e porque querem sentir

Sentem porque são fracas,

São fracas porque são humanas.

 

Guarda-te, pra quê?

De vasto a reduzido, o que ainda há para se perder?

Cheia como os seus próprios pensamentos,

Procurou profundidade onde só havia o raso,

Ela esqueceu-se que nem todos podiam transbordar-se.

 

E mesmo da sua própria janela,

As coisas parecem feitas de plástico.

Onde tanta estima transforma os culpados,

Com a mesma prepotência que julgavam os outros a ter,

Colocam-se como vítimas do que eles propõem-se a fazer.

 

Ingênua,

De reduzida para quase nada,

Ainda sobra a consciência seguindo seu próprio trilho.

Que fique para a própria mente criar,

Desfazer juramentos que pra sempre iriam durar,

E ainda que olhe de lado,

Digo-lhe que os burros procuram outros para culpar.

Eu mereço mais

Eu mereço mais

  Eu não quero isso pra mim e finalmente tive a coragem de assumir sozinha. Não é uma arrogância, nem frieza ou infantilidade, mas sim o reconhecimento de que mereço muito mais do que a metade. E faz diferença por quê? Mesmo não tendo essa resposta depois de tanto tempo, percebi que não preciso dela para ter certeza de que o problema não é comigo. Não quero ser uma segunda opção, um peso de papel ou uma muleta, não é isso o que desejo pra mim, principalmente tendo consciência do quanto posso oferecer para as pessoas e de como posso parar de me limitar a quem não merece o que tenho.

 Alguma hora cansamos de lutar e talvez nem seja pela a luta em si, mas sim pela as marcas que ela deixa. Quem é a única pessoa que se afeta com isso tudo? Sou eu. Eu quem sinto o vazio, a solidão e a culpa. Culpa por me sujeitar a isso, culpa por permitir que você me sujeite a isso e culpa por não conseguir parar de me sujeitar a isso. Porém, tenho certeza que não faz nenhuma diferença, especialmente porque você nunca se importou e nem vai, e sabe por quê? Porque sempre estive aqui, então tanto faz ou tanto fez, eu permanecer.

Espero que a sua sombra esteja boa, por trás dos vidros e dos panos onde você insiste em se esconder, se limitando a sua própria janela do mundo, na qual a única função que sempre terá será fazer os outros rirem, mesmo que esteja chorando.

Constatei que não quero ser alguém assim e nem pretendo mudar por ninguém, afinal,  sei o que é estar sozinha, então a vida me ensinou a valorizar quem está ao meu lado enquanto ainda estão e não quando já se foram.

A contemplação da tristeza

A contemplação da tristeza

Nunca fui de fingir, principalmente quando se trata do que sinto, mas conforme o tempo passou, eu percebi que estava crescendo e me dei conta que às vezes só precisamos ficar tristes. Em alguns momentos, tudo o que se pode fazer é se permitir a contemplação da tristeza, para que se possa reconhecer a felicidade.

   

Se eu pedisse, você ficaria?

Se eu pedisse, você ficaria?

Eu sinto sua falta todos os dias, até mesmo nos dias que não são inteiros. Não são inteiros porque sei que não são com você. Mesmo sabendo que as coisas nunca vão voltar a ser como eram antes, a minha cabeça cria mil situações onde milagrosamente poderíamos nos encontrar, te despertando para a conclusão de que nós somos muito melhores juntos. No entanto, não é isso que acontece na vida real. Existem pessoas que vão embora, e ás vezes dói mais o fato de que nunca mais faremos outras memórias, do que realmente perder esse alguém. Mas e se eu te falasse a verdade, você me odiaria?

A grande e suja verdade é que eu mereço mais, na verdade, mereço bem mais. Não é por me achar, mas sei que fiz o que podia. É claro que tenho meus defeitos e isso nunca escondi de você, mas talvez a visão de que nós criamos um do outro nunca seja real, porque essa é a nossa realidade perfeita, mas esquecemos que a perfeição não existe.

Como em todos os meus relacionamentos, dei o meu coração, mas o problema de dar o meu coração é que sempre espero que o outro dê o dele também. Mas as coisas não acontecem desse jeito e descobri que as pessoas podem ser muito mais cruéis do que achei que fossem. Elas vão te usar, dizer coisas bonitas e prometer nunca sair do seu lado, mas a realidade mostra que nós estamos completamente perdidos quando o assunto é se relacionar. Temos tanta preocupação em sermos aceitos, amados, venerados, necessitados, que esquecemos de precisar, amar,venerar e necessitar a nós mesmos, antes de ter isso com alguém.

Eu cometi um erro e sabia o que estava fazendo, então ao contrário dessas pessoas, não sou covarde de dizer que a culpa é só delas, mas também é minha. Ajudei porque quis, abracei porque quis, amei porque quis e confiei porque quis. Quis isso porque é assim que funciono; amando intensamente e tentando buscar isso em alguém.

Porque quando estiver apertando uma mão, certifique-se de não seja a sua própria.

Se permita

Se permita

 Hoje, se permita chorar. Chorar pela a dor que você guarda, o comercial que viu, a música que te faz pensar.

Hoje, se permita sorrir. Sorrir pelo os que já se foram, os que vão vir e os que ainda estão aqui.

Hoje, se permita abraçar. Abraçar quem te abraça, abraçar quem nunca mais te viu, abraçar quem você só se lembra nos piores momentos.

Hoje, se permita desconectar-se. Desconectar do mal que aflige, do mundo que te julga, dos problemas que te tiram o sono.

Hoje, se permita ter coragem. Coragem de dizer, de fazer, de sentir.

Hoje, se permita sacrificar-se. Sacrificar pelo os que se sacrificam por você, sacrificar por quem não tem o que sacrificar.

Hoje, se permita mudar. Mudar por você, mudar por mais ninguém.

Hoje, se permita rir. Rir do que não tem graça, rir até a barriga doer, rir sozinho, rir junto e rir por rir.

Hoje, se permita declarar-se. Declarar o que se sente, declarar o que não se sente e declarar o que já se foi declarado.

Hoje, se permita deixar ir. Deixar ir quem não deveria estar aqui, deixar ir as inseguranças e deixar ir quem já te deixou ir.

Hoje, se permita perdoar. Perdoar a si mesmo, perdoar quem não lhe deu o perdão.

Hoje, se permita Amar. Amar o amor, amar só quem te ama e amar você mesmo.

Hoje, se permita Deixar pra lá. Deixar pra lá quem ri de você, quem te machuca, quem só te faz mal.

Hoje, se permita. Permita-se permitir o que você nunca permitiria até 5 minutos atrás.

Permita-se.

%d bloggers like this: