As pessoas te amam, mas amam a si mesmas 1º

As pessoas te amam, mas amam a si mesmas 1º

Já fiz muitas coisas por pessoas que eu achava que me amavam. Isso inclui discutir com os meus pais, brigar com outros amigos e deixar de fazer coisas pra mim mesma. O que podemos concluir neste parágrafo é que me faltava o mínimo de noção e amor próprio. No entanto, constatamos também que as minhas amizades não eram as melhores. Ás vezes,  coisas dessas acontecem; damos tudo de nós por alguém e descobrimos que esse alguém não nos ama tanto quanto o amamos.

Dizem que o amor é feito de sacrifícios, mas como sabemos que esse amor vale o sofrimento?

Como temos a certeza de que a pessoa vale a pena?

Nós sempre achamos que as pessoas vão se sacrificar em função do nosso bem estar, mas na verdade, por mais amor que exista entre você e outro (a), talvez deva saber que em primeiro lugar sempre vem o interesse que é conveniente a este indivíduo. Não fique pensando que as pessoas vão fazer por você o mesmo que você faz por elas, porque não vão.

Então antes de brigar com o seus pais, deixar de falar com um amigo por outro alguém ou não fazer alguma coisa por conta de uma pessoa, pense se este indivíduo em questão fará o mesmo por você.

É de grande importância saber quem está disposto a ceder pra você e fazer uma troca, pois as relações não são feitas de só um dos lados tendo que afrouxar a corda, mas sim de ambos. Uma hora é um lado e na outra é o outro. E vice-versa.

Relações são trocas, então procure sempre estar trocando com alguém. E se for sacrificar-se, veja se vale a pena.

Por você.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.