Intolerância

Intolerância

Pode ser que você nunca tenha passado por isso ou até mesmo não curta falar sobre essas determinadas situações, mas se isso for o caso sugiro que não continue a ler esse post, pois ele não é direcionado a você.
Mas se quiser ler, vá em frente.
E mais uma coisa:
Esse texto não é aprofundado e baseado em direitos civis ou relacionado com pesquisas, ele vem das minhas palavras e convicções. 

Um passarinho amarelo me contou que em um certo ambiente, onde supostamente deveria ser estimulada a aceitação e liberdade do próprio indivíduo, houve uma grande contradição envolvendo o direito do ser humano de exercer sua liberdade.

Infelizmente, a intolerância ainda está em todo lugar, e isso é uma situação tão presente na nossa sociedade, que existem até guerras causadas pela intolerância do indivíduo a uma religião, etnia ou sexualidade.

A questão é ver isso diante dos nossos olhos, vindo de pessoas que deveriam nos estimular a ser quem somos e nos encorajar a liberdade de expressão, mas praticam algo que é uma característica de pessoas atrasadas e limitadas. A intolerância vem de indivíduos que não aprenderam a enxergar nada além da sua própria visão do que é “certo” ou “errado”.

Afinal, o que é certo para você? 

Ninguém pode definir uma pessoa por uma cor de pele, nem por uma religião ou por uma sexualidade.  Até porque, quando nos se relacionamos com determinados indivíduos temos que vê-los como ser humanos e o resto nós aprendemos se não respeitar, pelo menos tolerar a diferença, que não torna uma pessoa pior ou melhor.

E eu peço cordialmente que a nossa geração – os futuros pais – que criem os seus filhos em  ensinando que ser intolerante é ser limitado.

Aliás, quem disse que alguém tem que aceitar alguma coisa?

Quem disse que alguém precisa da aprovação alheia para ser feliz?
Se você não tentou nem rever seus conceitos mesmo depois de ver a dor dessas pessoas – que lutam para ter seu próprio lugar em nossa sociedade todos os dias – sugiro que continue em seu mundo limitado, com suas ideias que nunca mudam.

Enquanto isso, o nosso mundo está em constante mudança.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.