Mercúrio

Mercúrio

Queria comprar o que reluzia

para ser respeitada

e me ver bem olhada, apreciada.

Então, fui em busca do ouro e prata

como no brasil colônia,  nas bandeiras, nos ciclos de ouro.

 

Achei a riqueza,

mas, com ela,

veio a miséria da minha alma.

Eu estava brilhando

com minhas jóias e,

perto dela, a rainha desejada,

sentia-me privilegiada.

 

Porém, descobri que

o meu maior privilégio

é nunca mais ter de olhar para ela.

 

Como o mercúrio,

tão preciosa, tão reluzente

se infiltra em nosso corpo,

em cada orgão,

intoxicando parte por parte

até que não reste nada

além de cinzas

e mágoas.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.