O você quer em troca?

O você quer em troca?

O ser humano não pode evitar, ele é muito si mesmo. Todas as coisas que faz possuem uma motivação, ainda que boa. Tudo se resume no que vai ter de retorno, em qual será a vantagem, o benefício. Embora pratique uma boa ação, saiba que não é um ato puro de bondade, sempre existirá um porquê. Ele passou por isso e sabe o que é, o sentimento, a sensação. Ele não está fazendo apenas porque é certo, mas também por conta do seu eu do passado, aquele que ainda sofre em uma dimensão paralela e ficará lá, preso para sempre. Não é só por você, caro amigo ou amiga, é por ele também. 

Eu não estou falando de uma decepção amorosa, não se preocupe. Não é raiva de alguém ou um desabafo, se trata de uma constatação: o ser humano é simplesmente egoísta, em todos os sentidos. Isso inclui minha própria pessoa, por sinal.

É claro que existem os mais bondosos, as exceções, os missionários, etc, mas não é uma unanimidade. Mesmo que o homem faça algo por alguém, no fundo, ainda é por ele mesmo.

Uma parte de mim percebeu isso quando teve uma das minhas decepções de amizades. Eu acabei por ter duas epifanias muito dolorosas.

  1. Eu sempre fiz as coisas esperando algo em troca, por mais que fosse meu “dever” como amiga, criava a expectativa de receber tanto quanto “doava”.
  2.  As pessoas não vão retribuir nunca.

Existe quem se importa e é verdade. Não é uma visão pessimista do mundo e de como o ser humano é egoísta – apesar de ele ser, não é só isso. Todo mundo é um pouco si mesmo, ainda que seja muito os outros, a gente tem uma motivação interna.

As pessoas estão em nossas vidas por algum motivo. Algum sentimento que nós as fazemos ter, uma sensação que passamos para elas ou o prazer que a companhia causa. Todos querem algo de nós e às vezes é só o querer, não o ficar. Tem gente que só vai sugar, é a realidade. Tem gente que vai trocar com você.

Mas é essa toda a questão;

Estamos aqui para trocar, não só receber ou não só doar.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.