Pessoas gerúndio

Pessoas gerúndio

Se eu fosse uma forma verbal seria o gerúndio.

Estaria sempre fazendo, pensando, criando, amando, chorando e vivendo. Eu não sei ficar parada, pelo menos não nos meus pensamentos. Em todas as situações, horas e minutos, estou refletindo e fazendo mil teorias de como as coisas vão acontecer. Nunca vi um só momento em que a minha mente estava inativa, pois até nos meus sonhos as imagens parecem me mandar sinais.

E apesar disso, eu gosto de ser uma pessoa Gerúndio. Aprecio e odeio a inquietação do meu cérebro, que nunca para de me fazer pensar sobre todas as coisas que eu ouço, vejo ou leio. Eu reajo e crio uma contra ação pra tudo, até mesmo para os acontecimentos que nunca existirão.

Essa sou eu,

a inquieta e pensativa pessoa gerúndio.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.