Se contentar?

Se contentar?

Eu sei que você é jovem. Tudo bem, também sei que tem uma prova amanhã e o senhor (a) deveria estar estudando. Que foi? Ah tá.. esqueci que você odeia estudar. É verdade, eu também prefiro muito mais ficar ouvindo música, escrever ou ver vídeos no youtube. Quem não prefere, né?

Mas e o futuro, já pensou nele? Não, não tô falando do seu jantar, engraçadinho (a)! Estou falando do que vem daqui a 5 ou 10 anos. Será que por acaso você já parou pensar em quantos anos você vai ter? No que vai fazer? E onde vai morar? Sim…muitas perguntas, poucas respostas e pior: nenhum planejamento.

 Quando somos jovens as coisas sempre parecem durar mais. Talvez 1 mês pra você seja muita coisa, quer dizer.. 30 dias? 4 semanas? Caramba, são mais de 20 dias de aula, quanta coisa! E passa devagar demais, né? Bom, talvez não pro pai de família que tem que pagar as contas no final do mês. Não pra mãe que precisa urgentemente quitar a dívida do material dos filhos. Ou daquele jovem trabalhador que rala pra poder ter o dinheiro de mais uma prestação do seu carro.

Você já pensou que o futuro está bem na sua cara? Não importa se são 2 anos, 3 ou 4. Ele vai chegar alguma hora, e quando chegar, o que pretende fazer? A única coisa que pode te tirar desse futuro próximo, é a morte. Quais são as chances de isso acontecer?

 A escola vai chegar ao fim, aqueles meninos ou meninos que você ficou afim vão crescer, formar ou não uma família, arranjar ou não um emprego. Tudo vai ficar pra trás e quem significa demais hoje, vai virar um fragmento pequeno da sua memória.

O problema do tempo é que ele não volta e mesmo essa pessoa que vos escreve já é passado, porque até 1 segundo atrás, eu não pensava o que acabei de pensar.

Aproveite enquanto tem a chance, antes que você não tenha a opção de ter ou não essa chance.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.