Se permita

Se permita

 Hoje, se permita chorar. Chorar pela a dor que você guarda, o comercial que viu, a música que te faz pensar.

Hoje, se permita sorrir. Sorrir pelo os que já se foram, os que vão vir e os que ainda estão aqui.

Hoje, se permita abraçar. Abraçar quem te abraça, abraçar quem nunca mais te viu, abraçar quem você só se lembra nos piores momentos.

Hoje, se permita desconectar-se. Desconectar do mal que aflige, do mundo que te julga, dos problemas que te tiram o sono.

Hoje, se permita ter coragem. Coragem de dizer, de fazer, de sentir.

Hoje, se permita sacrificar-se. Sacrificar pelo os que se sacrificam por você, sacrificar por quem não tem o que sacrificar.

Hoje, se permita mudar. Mudar por você, mudar por mais ninguém.

Hoje, se permita rir. Rir do que não tem graça, rir até a barriga doer, rir sozinho, rir junto e rir por rir.

Hoje, se permita declarar-se. Declarar o que se sente, declarar o que não se sente e declarar o que já se foi declarado.

Hoje, se permita deixar ir. Deixar ir quem não deveria estar aqui, deixar ir as inseguranças e deixar ir quem já te deixou ir.

Hoje, se permita perdoar. Perdoar a si mesmo, perdoar quem não lhe deu o perdão.

Hoje, se permita Amar. Amar o amor, amar só quem te ama e amar você mesmo.

Hoje, se permita Deixar pra lá. Deixar pra lá quem ri de você, quem te machuca, quem só te faz mal.

Hoje, se permita. Permita-se permitir o que você nunca permitiria até 5 minutos atrás.

Permita-se.

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.