Sejamos máquinas

Sejamos máquinas

Abra os livros. De preferência, os que possuem números ou nomenclaturas. Eles querem que você saiba fórmulas e não história, estão com medo de quem pensa e possui opiniões. Eles lhe dizem que precisa de saber de tudo, é dever seu suprir o que não lhe foi oferecido durante anos, é obrigação sua correr atrás. Enchem nossa cabeça, nossas mentes e cérebros com milhões de opções, mas só valorizam as padrões;

bisturi, laboratórios, planilhas ou julgamentos. Siga isso, estará no topo do mundo… ou apenas fracasse, que é o que todos os outros caminhos te darão em troca.

Apague suas luzes, seus celulares, sua TV, sua vida social. Pare de ver seus amigos, os seus familiares, o sol, o céu, pare de ter normalidade. Sacrifique 1 ano da sua existência, talvez 2 ou 3 se você for burro e não conseguir. Seja um robô, aprenda as normas para escrever uma dissertação, na qual só escreverá o que querem ouvir e não que pensa realmente. Deixe de aprender, decore. Mil folhas de exercícios, mil frustrações… porque você não aprende, não consegue e se sente burro, sente-se incapaz. Te dizem que é insuficiente, te fazem pensar que ser bom em marcar caixinhas lhe faz inteligente. Doutrinação, pressão, móveis voando e gritarias;

você não tem futuro, cospem as palavras.

Heróis que sacrificam suas vidas, as horas de suas vivências. 12, 13 horas e até 16. Heróis ou escravos? Vítimas de um sistema que menospreza a arte, a história, o esporte, o cinema. Vai morrer de fome, te falam. Alguém com os sonhos que não deram certo tentando fazer com que você desista dos seus. Não vai dar certo.  Geometria, Estequiometria, Log, se você não aprende é burro, não se interessa, vagabundo. Não tem nada a ver com a sua dificuldade, é só falta de esforço e dedicação. Não vai ser nada no futuro, mas tudo bem; temos que ter faxineiros, frentistas, caixas. E eles desistem, não querem, se frustram, vagam e existem, até o último dia da sua vida. E por quê? Alguém disse que não eram capazes.

Entupa sua mente de coisas que nunca vai usar. Você tem que saber de tudo. Se mate, se esforce ou não terá opção. Ela é brilhante, tira notas excelentes mas e você, quem é mesmo? Não estão pedindo para que saiba, querem que decore e que passe. Seja uma máquina, um computador, um robô.

No final disso tudo, seremos felizes, não é?

 

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.