Etiqueta: futuro

10 coisas aos 19 anos

10 coisas aos 19 anos

1. As pessoas vão te cobrar uma maturidade que talvez você ainda não tenha.

LtWOBoR
“eu não quero crescer”

2. Não é a escola em si que faz falta, mas sim a sensação de ter tudo definido para você, sem que tenha que se preocupar.

tumblr_inline_obwy9yrGJg1t2kp90_500
fugindo da responsabilidade

3. Os amigos da escola não são para sempre.

922d49b89a500e1b150f44b4966e8b66302aa8ec68e9dd462c233d8d72ab45d4
“Ela não é mais uma parte da minha vida. Talvez isso seja uma coisa boa”

4. É difícil fazer amizades conforme vamos crescendo.

giphy
“Eu não tenho nenhum amigo”

5. Você começa a sentir medo de ser infantil demais.

tumblr_mxyusxlzNx1qkxw76o1_500.gif

6. A primeira vez no banco é horrível e todo mundo espera que você saiba o que fazer.

tumblr_n2od7lLOmS1s852lfo1_400
Confissão: Eu não sei o que estou fazendo

7. Haverá uma pressão para ser bem sucedido em tudo o que faz, como se qualquer coisa que fizer fosse definir sua vida.

tumblr_mp0kzfbzLR1st6rkio1_500
“Eu não posso, eu não posso fazer isso. Não posso”

8. Todo mundo vai começar a perguntar sobre faculdade e vestibular, isso é costumeiro.

giphy (1).gif

9. Se não passar no vestibular, vai te dar um pânico sobre o que fazer da sua vida depois disso.

tumblr_myygaqOtzx1qf9mevo1_500
“Eu nunca sou bom ou boa o suficiente. Não importa o que eu diga ou faça”

10. Ver seus colegas de escola seguindo a vida e ter a sensação que nada na sua vida mudou.

c29f4add6cc69716b9419f3933b7de976133319c28de1817c3a1524b1a98e11d
“A vida continua seguindo/passando e eu estou presa/preso aqui”

extra: 11: o medo da casa dos 20 é real, você realmente se sente velho (a)

giphy (2).gif

 

 

O que você aprendeu nos seus 19 anos? Caso se sinta confortável, compartilhe conosco.

                                                                Obrigada por ler isto.

Volte sempre.

Pra você vestibulando

Pra você vestibulando

Eu não sou um número. Eu não sou uma nota. Eu não sou uma questão certa e muito menos uma errada. Eu não sou o concorrente de ninguém, porque o meu único adversário sou eu mesmo. O meu futuro sou eu quem faço e não importa o que acontecer nesses 2 dias, naqueles 2 dias ou em outros dias, tenho que ter a consciência que posso e sou capaz de qualquer coisa. Posso se eu querer e tentar fazer. Sei que pode ser injusto, desigual, medido em uma meritocracia que não existe, mas é um mal que necessito. É um mal que me julga por coisas que não definem se serei bom profissional, mas é o que eu tenho. E o pior disso tudo é que tem gente que nem pode ter. Gente que nem pensa nessa possibilidade ou a considera, porque disseram que não tinham chance nenhuma. Mas tenho sorte, nós temos sorte; Temos alguém que acredita no nosso potencial, uma pessoa que investe no futuro em que podemos chegar a ter. E mesmo que esse alguém seja eu, pelo menos há alguém.

Quando eu chegar lá não vou pensar no que não sei, no que deveria ter estudado e não consegui, porque estava exausto e esgotado. Não irei me cobrar e me condenar se não acertar uma coisa que eu sabia, porque tenho conhecimento da minha capacidade. Não irei dar ouvidos à pessoas que me dizem e condenam-me por ter ou não ido bem, porque só eu sei do meu esforço, do que posso fazer e das minhas dificuldades. Afinal, a vida não acaba porque nós falhamos, pelo o contrário. Quando falhamos é só a vida dando uma oportunidade de fazer diferente.

É assim que se fazem as guerras

É assim que se fazem as guerras

Bombas que explodem e soterram vidas.

Tiros que perfuram e viram histórias.

Águas que invadem e afogam sonhos.

Pessoas que pra alguém eram importantes,

Com amor, carne e osso.

Pessoas que tornaram-se memórias.

 

Eles matam quem não ama como eles,

Eles matam quem não pensa como eles,

Eles matam quem não se parece com eles,

Eles escravizam com a desculpa de estarem fazendo um favor.

Não clamam pela a mesma divindade e nem erguem a mesma cruz,

É como em 1500,”mais modernizados e trazendo a civilização”,

Usam a paz como desculpa para causar destruição.

 

Egos inflados, murchos e feridos,

Orgulhos que matam e castigam,

Etnocentristas que não estudaram geografia

E não descobriram que o centro da Terra não são eles.

Crenças impostas e espantos ao descobrir que não são unânimes;

Doentes por algo que o homem ignorante escreveu pra beneficiá-lo.

É assim que se fazem as guerras.

 

E ninguém quer parar

E ninguém dar o cessar fogo.

E ninguém quer construir escolas

E ninguém quer tirá-los da rua, só prendê-los.

E não estamos no topo.

Isso vem de alguém que não está no topo.

E poucos com muito.

E muitos com nada.

E os que tem pouco, já desprezam os que tem nada.

E os que tem o poder de mudar, mudam pra eles.

E os que querem chegar no poder, abusam e exploram a fé dos outros.

E os que estão doentes, morrem esperando.

E os que acham que acham serão salvos porque seguem a lei que o homem criou.

E os que se incomodam com o amor.

E os que estiveram em baixo, chegam no topo e desprezam os que estão onde estiveram.

E os que poluem sua calçada e escrevem texto falando pra protegerem as árvores.

E os que não se amam e querem muito se amar.

E os que ferem só porque não se amam.

E os que matam só porque não são iguais.

E os que travam guerras todos os dias e ajudam a tirar a paz.

É assim que se fazem as guerras.

Se contentar?

Se contentar?

Eu sei que você é jovem. Tudo bem, também sei que tem uma prova amanhã e o senhor (a) deveria estar estudando. Que foi? Ah tá.. esqueci que você odeia estudar. É verdade, eu também prefiro muito mais ficar ouvindo música, escrever ou ver vídeos no youtube. Quem não prefere, né?

Mas e o futuro, já pensou nele? Não, não tô falando do seu jantar, engraçadinho (a)! Estou falando do que vem daqui a 5 ou 10 anos. Será que por acaso você já parou pensar em quantos anos você vai ter? No que vai fazer? E onde vai morar? Sim…muitas perguntas, poucas respostas e pior: nenhum planejamento.

 Quando somos jovens as coisas sempre parecem durar mais. Talvez 1 mês pra você seja muita coisa, quer dizer.. 30 dias? 4 semanas? Caramba, são mais de 20 dias de aula, quanta coisa! E passa devagar demais, né? Bom, talvez não pro pai de família que tem que pagar as contas no final do mês. Não pra mãe que precisa urgentemente quitar a dívida do material dos filhos. Ou daquele jovem trabalhador que rala pra poder ter o dinheiro de mais uma prestação do seu carro.

Você já pensou que o futuro está bem na sua cara? Não importa se são 2 anos, 3 ou 4. Ele vai chegar alguma hora, e quando chegar, o que pretende fazer? A única coisa que pode te tirar desse futuro próximo, é a morte. Quais são as chances de isso acontecer?

 A escola vai chegar ao fim, aqueles meninos ou meninos que você ficou afim vão crescer, formar ou não uma família, arranjar ou não um emprego. Tudo vai ficar pra trás e quem significa demais hoje, vai virar um fragmento pequeno da sua memória.

O problema do tempo é que ele não volta e mesmo essa pessoa que vos escreve já é passado, porque até 1 segundo atrás, eu não pensava o que acabei de pensar.

Aproveite enquanto tem a chance, antes que você não tenha a opção de ter ou não essa chance.

Afinal, de quem foi a escolha?

Afinal, de quem foi a escolha?

Eu tenho 10 anos e quero o sorvete de manga, mas minha mãe acha que o de morango é melhor;  fiquei com o de morango.

Eu tenho 12 anos e meu irmão confessa que nossos pais estão se separando, então ele escolhe a mamãe; fui com a mamãe

Eu tenho 16 anos e nunca beijei, mas todas as minhas amigas já se envolveram com alguém e elas fazem chacota de mim por isso;  beijei um cara qualquer.

Eu tenho 18 anos e não consigo escolher uma faculdade, mas meu pai diz que medicina dá dinheiro; escolho medicina

Eu tenho 25 anos e não sei quem sou.

%d bloggers like this: