Você é bonito (a)?

Você é bonito (a)?

Eu constantemente me questiono sobre as minhas qualidades,  será que elas existem?

Reflito, crio teorias e às vezes, até me pego pensando em como o mundo seria melhor sem mim.

O espelho parece distorcido e eu tento passar por cima desses padrões que me dizem que eu não sou boa o suficiente.

A nossa geração se transformou em uma massa de pessoas que não se amam e infelizmente é essa a nossa realidade, temos adolescentes frustrados consigo mesmos, pois não estão dentro do que é considerado “bonito”.

As revistas nos ensinam que precisamos ser magros, ter cabelo liso/escovado e lábios grandes.

Tudo bem, estou fazendo apenas um resumo, isso vale para meninos e meninas.

Apesar da pressão ser bem maior com as meninas, existe sim um padrão para os caras.

Quem em que movimento definiu o que é bonito?

Esse maldito padrão nos faz questionar a toda nossa existência.

Afinal, se você não tem alguém é deve ser porque é feio (a), né?

Eu peço que você tente retirar da sua mente, nem que por 1 minuto, todos os seus pensamentos críticos sobre si mesmo (a).

E não só isso,

 comece a se perguntar o porquê desses padrões serem tão importantes.

Quem você procura tanto agradar? 

E será que eles precisam mesmo ser agradados? 

Uma coisa que eu ouvi muito e antes não tinha noção, é que a beleza é uma coisa que passa, mas a sua vida continua. Enquanto você tiver a sua aparência jovem terá seus lindos traços mas quando a idade chegar e os ossos começarem a ficar fracos, o que será da sua existência, se ela foi baseada no que existe por fora?

Quantas pessoas vão morrer por dentro quando descobrirem que não ficarão jovens para sempre?

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Tumblr
Comments are closed.